Acreditamos que pessoas mudam o mundo. Receba nosso melhor conteúdo com exclusividade

Como o uso de emojis impacta a sua comunicação?

Educação Emocional

O uso descuidado dessas figuras tão presentes no nosso dia a dia podem promover muitos desencontros nas nossas relações. Compartilho algumas premissas para nos comunicarmos e, consequentemente, nos relacionarmos melhor via texto, com o apoio de emojis.

Emojis são o encontro entre a comunicação e o afeto. Utilizamos emojis para comunicar e enfatizar emoções e sentimentos: alegria, tristeza, frustração, amor, empolgação, carinho, senso de humor etc.

As figuras fofas (e nem tão fofas) que adotamos na comunicação diária são a evolução dos emoticons (emotion + icons). Expressões faciais feitas com símbolos de pontuação como essa :) e essa :(

Caso não saiba, o uso da "carinha feliz" :) foi sugerido em 1982, por um acadêmico, em um fórum online para indicar que algo se tratava de uma brincadeira.

Curiosidade à parte, emojis e emoticons nos ajudam a suprir a falta de aspectos da linguagem verbal, não-verbal e paraverbal nas comunicações via texto. Além dessas representações também utilizamos múltiplas exclamações para demonstrar entusiasmo, CAIXA ALTA para enfatizar algo, onomatopeia (figuras de linguagem como: hmmm, hum, ah!).

Realmente nos esforçamos para nos fazer entendidos; e esse esforço pode ser interpretado como parte do "trabalho emocional" que exercemos a fim de evitar as consequências de não desempenhar determinado papel social, e para manter e enriquecer as nossas relações.

Desempenhamos diferentes papeis sociais que exigem diferentes "trabalhos emocionais"

O papel de filho, irmão, colega de trabalho, namorado, amigo, pais etc requerem diferentes trabalhos emocionais. Respostas emocionais socialmente adequadas para cada papel e situação. 

Por exemplo, podemos nos solidarizar com um amigo que está passando por um momento difícil, mesmo nos sentindo irritados. Um parceiro pode escutar atentamente e manter uma conversa com o outro sobre um tema desinteressante para ele, que o faz sentir-se entediado. E um filho pode sustentar um sorriso no rosto durante a visita aos seus pais, embora esteja cansado dos seus sermões.

Na vida offline pode ser mais "fácil" exercermos esse trabalho emocional do que na vida digital. Falo isso porque respondemos simultaneamente a múltiplas mensagens referentes a diferentes papeis.

Pensa comigo, você provavelmente já passou pela experiência de responder ao mesmo tempo um parceiro amoroso, uma demanda de trabalho, amigos ou grupos de interesses comuns. Talvez tenha enviado uma mensagem no grupo errado ou utilizado um tom diferente do usual para determinado papel.

Isso pode ocorrer porque no digital o tempo que nos concedemos para exercer o trabalho emocional de adaptação a cada papel é muito curto. Por desconhecimento ou apenas em meio ao fluxo intenso de mensagens e da rotina, podemos negligenciar esse trabalho nas nossas comunicações.

Está gostando deste artigo?Conte para a nossa equipe! ❤️
Obrigado!😍 Nosso time ficará muito feliz com seu Amável!
 

E como o nosso trabalho emocional pode ser facilitado nas comunicações online?

Isso mesmo, pelo uso de emojis :)

Por mais bobo que pareça, o uso de emojis tem uma influência importante no aumento da nossa conexão e dos laços sociais nas nossas relações. Eles contribuem para nos expressarmos melhor emocionalmente. Mas para somarem de verdade aos nossos relacionamentos, a comunicação via emojis requer alguns cuidados.

Por isso, listei 7 premissas que podem ajudar a nos comunicarmos melhor uns com os outros por meio de mensagens de texto, com o apoio de emojis.

  1. O nosso cérebro interpreta emojis como expressões humanas reais: inclusive, emojis que não representam expressões faciais (como ideogramas de objetos, frutas, animais etc) também comunicam emoções. A mensagem: "vamos assitir ao jogo amanhã?", acompanhada do emoji de um troféu, pode transmitir que nosso interlocutor está animado e confiante na vitória do seu time.
  2. Emojis apenas INTENSIFICAM a expressão afetiva da mensagem: não há evidências de que emojis e emoticons são suficientes para alterar o conteúdo da mensagem de texto. Apenas influenciam a intensidade da emoção e do sentimento de um conteúdo.
  3. Emojis podem servir para nos comunicarmos de forma mais efetiva, descontraírmos e como ferramenta de expressão pessoal: apesar do propósito de transmitir emoções, as pessoas têm utilizado emoticons e emojis de forma criativa para autoexpressão, dentro de um contexto cultural ou de uma relação. Tanto que podem ser utilizados como criptografia - ou seja, uma linguagem por si só, eliminando o uso de palavras.
  4. Nem sempre o que interpretamos é o que o outro realmente quis dizer: por isso, seja cauteloso, perceba que interpretamos o outro de acordo com "o nosso jeito de ver o mundo" e do nosso estado emocional. Antes de fazer interpretações equivocadas sobre a comunicação do nosso interlocutor, vale a pena respirar fundo e nos distanciarmos das nossas emoções para analisar o conteúdo em perspectiva.
  5. Cuidado com o uso deliberado de emojis: pode soar exagerado, mas quando não há familiaridade sobre o padrão de comunicação dos indivíduos, o uso de emojis pode gerar alguns desencontros. Por exemplo, o envio de corações vermelhos pode fazer com que um amigo ou colega de trabalho acredite que estamos demonstrando um interesse amoroso. Um emoji reflexivo ou despojado para mim pode soar de forma agressiva para o outro. Inclusive, recentemente descobri que um emoji que utilizo recorrentemente com bom humor, como um sinal de "isso foi uma brincadeira", pode ser interpretado de forma diferente por outras pessoas.
  6. Cada pessoa tem um padrão de comunicação que pode variar conforme o contexto: variamos o nosso padrão de comunicação de acordo com a relação. Isso ocorre de forma natural. Por exemplo, podemos ser mais despojados com os nossos amigos, parceiro e familiares do que no trabalho, onde adotamos uma comunicação mais prática e objetiva.
  7. Por isso, conceda-se o tempo necessário para reconhecer o padrão de comunicação dos seus interlocutores: como disse, o significado de emojis mudam de pessoa para pessoa, e até mesmo de relação para relação. Por isso, na dúvida sobre como um emoji pode ser interpretado pelo outro, melhor não utilizar.


Keep it simple :)

Beijo!

Aline

Gostou do artigo? Compartilhe este conhecimento com seus contatos!
Compartilhe no whatsapp
Compartilhe no Linkedin